Saúde e beleza

Benefícios do Alongamento

Veja quais são os reais benefícios de realizar alongamento antes dos exercícios físicos

O alongamento é fundamental para prevenir lesões musculares, esquenta e prepara os músculos para a atividade física.

O alongamento aumenta a flexibilidade muscular, promovendo o estiramento das fibras musculares, aumentando o seu comprimento. Seu principal efeito é o aumento da amplitude dos movimentos possíveis numa determinada articulação.

Quanto mais alongado um músculo, maior será a movimentação da articulação comandada por aquele músculo e, portanto, maior a sua flexibilidade. O alongamento consegue esse resultado por aumentar a temperatura da musculatura e por produzir pequenas distensões na camada de tecido conjuntivo que reveste o músculo.

Por que fazer alongamento?

Tanto uma vida sedentária como a prática de atividade física regular intensa, em maior ou menor grau, promovem o encurtamento das fibras musculares, com a diminuição da flexibilidade.

O exemplo mais completo de inatividade que gera perda de flexibilidade muscular é a imobilização (engessamento) após uma fratura. Ao retirar o gesso, nota-se que houve perda quase completa dos movimentos daquele membro por um período de tempo.

Por que o alongamento é importante
Por que o alongamento é importante

Quanto à atividade física, esportes de longa duração como corrida, ciclismo, natação, entre outros, fortalecem os músculos, mas diminuem sua flexibilidade.

Nos dois casos, a consequência direta desse encurtamento de fibras é a maior propensão para o desenvolvimento de problemas osteomusculares.

Provavelmente, a queixa mais frequente, tanto dos sedentários, quanto dos atletas, é a perda da flexibilidade, que provoca dores lombares, pelo encurtamento da musculatura das costas e posterior das coxas, associado a uma musculatura abdominal fraca.

Com a prática regular de alongamento os músculos passam a suportar melhor as tensões diárias e dos esportes, prevenindo o desenvolvimento de lesões musculares.

Quando alongar?

É importante alongar adequadamente a musculatura logo antes de iniciar uma atividade física. Isso prepara os músculos para as exigências que virão a seguir, protegendo e melhorando o desempenho muscular.

Além disso, como não é raro que a prática de exercícios provoque dores musculares 24 horas após o seu término, alongar-se imediatamente após o exercício reduz o aparecimento da “dor muscular tardia”.

Pela sua facilidade de execução, a maioria dos exercícios de alongamento pode ser feita a qualquer hora. Ao despertar pela manhã, no trabalho, durante viagens prolongadas, no ônibus, em qualquer lugar. Sempre que for identificada alguma tensão muscular, algum tipo de alongamento pode ser empregado para devolver o bem-estar.

Como alongar?

Antes de qualquer coisa, é importante aprender a forma correta de executar os exercícios para aumentar os resultados e evitar lesões desnecessárias.

Inicie o alongamento até sentir uma certa tensão no músculo e então relaxe um pouco, sustentando por 30 segundos e voltando novamente à posição inicial de relaxamento.

Os movimentos devem ser sempre lentos e suaves. O mesmo alongamento pode ser repetido, buscando um alongamento maior do músculo, evitando sentir dor. Para aumentar o resultado, após cada alongamento, o músculo pode ser contraído por alguns segundos, voltando a ser alongado novamente.

É a técnica chamada de alonga – contrai – alonga. De uma forma geral, sempre devem ser preferidos os alongamentos estáticos, ao invés dos dinâmicos, que são o resultado de movimentos amplos e bruscos dos músculos. Ao contrário dos alongamentos estáticos, os dinâmicos, ou também chamados de alongamentos balísticos, favorecem o surgimento de lesões musculares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo